Pular para o conteúdo

GET

O Diário de Anne Frank

Capa do livro “O Diário de Anne Frank”

Simplesmente, existe nas criaturas uma verdadeira sanha de destruir, de matar, assassinar, e até que a humanidade inteira sofra uma grande transformação, explodirão novas guerras e tudo o que foi construído, cultivado e plantado será novamente destruído e desfigurado” (p. 152).
ANNE FRANK

Publicado originalmente com o título de Het Achterhuis. Dagboekbrieven 14 Juni 1942 – 1 Augustus 1944 (O Anexo: Notas do Diário 14 de junho de 1942 – 1º de agosto de 1944) pela editora “Contact Publishing”, em Amsterdã, no ano de 1947.
Durante a Segunda Grande Guerra, as famílias judias Frank e Van Daan, além do dr. Dussel, se esconderam no Anexo Secreto para fugir da política antissemita que os nazistas impunham à Holanda ocupada. Enquanto refugiada, nos fundos de um estabelecimento comercial, a filha mais nova de Otto e Edith Frank, Anne, escreveu seus pensamentos, anseios e temores, prestando um importante testemunho sobre um dos períodos mais traumáticos da história.

Referência: FRANK, Anne. O diário de Anne Frank. Rio de Janeiro: Record, 2015.


Mais Dicas

As Origens do Totalitarismo

“Nada caracteriza melhor os movimentos totalitários que a surpreendente facilidade com que são subst…

A Queda

O filme “A Queda! As últimas Horas de Hitler”, lançado em 2005, retrata a Alemanha nos a…

A Demolição

“[…] a grande depressão, o surgimento dos nazistas e o apaziguamento do Terceiro Reich. Reunid…

Cinema, Aspirinas e Urubus

Johann (Peter Ketnath) é um jovem alemão que veio para o Brasil fugindo da II Guerra na Europa. A bo…

A Batalha Esquecida

Baseado em fatos reais, o filme A Batalha Esquecida nos apresenta a disputa em torno do rio Escalda,…

De Hollywood a Aracaju: Antinazismo e cinemas durante a Segunda Guerra Mundial

“Este livro conta a história de uma experiência que envolve o cinema. Observando a relação que…